quinta-feira, 30 de abril de 2015

Leão - Carta do mês de Maio *




As mãos da existência assumem a forma dos órgãos genitais femininos, a abertura da mãe cósmica. No seu interior revelam -se muitas imagens, rostos de outros tempo .

Por mais que possa ser divertido fantasiar a respeito de vidas passadas famosas, isso não passa de uma distracção. O importante é entender os padrões kármicos das nossas vidas e as suas raízes, num ciclo repetitivo sem fim, que nos aprisiona num comportamento inconsciente.

Os dois lagartos com as cores do arco-íris, um de cada lado, representam o saber e o não-saber. São os guardiões do inconsciente, certificando-se de que estamos preparados para uma visão que, de outra forma, poderia ser dilacerante.

Um vislumbre da eternidade da nossa existência constitui uma dádiva, e o entendimento da função do karma na nossa vida não é algo que possa ser conseguido quando se quer. Este é um apelo que recebemos para que possamos despertar: os acontecimentos na tua vida, neste momento,  estão a tentar fazer-te ver um padrão tão antigo quanto à jornada da tua própria alma.


* Leão parece que este é um mês especialmente importante para atentares a absolutamente tudo o que te rodeia e como Tu te rodeias no tudo. Se te conseguires distanciar o suficiente das motivações do teu ego, que busca a segurança no apego , na posse e fixação, observarás as ramificações mais profundas de todos os comportamentos que ainda te condicionam. Se te sentires confuso, desajustado, desadaptado, sem a força natural do teu brilho solar, mergulha na sombra que tanto temes. Segue com a Lua e a sua informação de tanto que sabes e julgas não saber. Segue com a tua intuição, acredita nas pequenas sincronias e nos súbitos dejá-vus, Todas as estranheza, ansiedades e sobressaltos, serão informação que vais querer recolher e entender . Júpiter ainda se expande contigo, ele colocará Luz em tudo que corresponder com a vontade verdadeira do teu coração, até nas câmaras mais secretas, soturnas e perigosas do mesmo ... *


" A criança poderá tornar-se consciente somente se, na sua vida anterior, houver meditado o suficiente, se houver criado suficiente energia meditativa para lutar contra a escuridão que a morte traz. O indivíduo encontra-se simplesmente perdido em esquecimento e, então, de repente, encontra um novo útero e esquece-se completamente do corpo antigo. Há uma descontinuidade. Essa escuridão, essa inconsciência gera a descontinuidade.
O Oriente tem trabalhado arduamente para penetrar essas barreiras. E o trabalho de dez mil anos não foram em vão. Todos podem penetrar na sua vida anterior, e até muitas vidas passadas. Para que isso seja possível, porém, é necessário que nos aprofundemos na  meditação, e por duas razões: a menos que nos aprofundemos , não seremos capazes de encontrar a passagem para uma outra vida; em segundo lugar, é preciso que tenhamos ido muito fundo na meditação porque, caso encontremos a passagem para uma outra vida, uma profusão de acontecimentos invadirá a mente.  E...

Já é bastante difícil carregar apenas uma vida... "



Osho Hyakujo: The Everest of Zen Chapter 7





Sarah Moustafa




Caranguejo - Carta do mês de Maio *




Seguir a Corrente



A figura nesta carta está completamente relaxada e á vontade na água, deixando que esta o leve onde é suposto.
Tornou-se mestre na arte de ser passivo e ser receptivo, sem ser dormente e aborrecido.
Está apenas disponível para a corrente de vida, sem ter um pensamento que lhe diga "Eu não gosto disto" ou "Prefiro ir por outro caminho "
Todos os momentos, temos a escolha de ora entrar nas águas da vida e flutuar, ou tentar nadar contra a corrente.
é altura de Confiar que a vida nos suportará e guiará ao sitio exacto, tudo está acontecer como suposto ...


* Caranguejo, Vénus ingressa no teu signo este mês , muito boa altura , sendo tu já um signo de água e tudo, para seguir a corrente, para deixar que o fluxo da vida determine onde irás chegar. Tem mais haver com a corrente e a sua função do que propriamente com a chegada.
Vénus é feminina, é receptiva, ela sabe que o que é dela a si chegará e o que não é de si sairá.
Ainda para mais Mercúrio entrará em movimento retrogrado em Gémeos, e isto para ti pode ser mesmo uma reavaliação profunda ás prisões por onde ainda te deixas encarcerar, aos vícios, aos medos e paranóias , a vulnerabilidade que no fundo é a tua força. Então vá... quanto mais receptivos e menos resistentes, Plutão também fará aqui uma bela participação com Vénus, quanto mais humildes e menos ego centrados, mais cooperamos com gentileza e compaixão, mais água transbordante de amor enchemos o mundo que se inicia a partir de cada um de nós. *



" Quando eu digo " tornar-te água" eu quero dizer , torna-te fluido, não permaneças estagnado.

Move-te como água.

Lao Tzu diz " A forma do Tao é a forma do curso de água. Movimenta-se como água."

O que é o movimento da água? Ou de um rio ?

Este movimento tem algumas coisas belas nele, a primeira é que se move sempre na direcção da profundidade , procura sempre o subsolo. 

Não é ambicioso.

Nunca pretende ser o primeiro, pretende ser o ultimo.

Lembra-te, Jesus disse " Os últimos aqui serão os primeiros no meu reino de Deus "

Ele está a falar do mesmo curso de água do Tao, não o mencionando, mas falando dele.

Sê o ultimo e sê humilde.

Ambição significa chegar ao topo da montanha.

A água é descendente, procura o subsolo, quer ser uma não identidade.

Não quer declarar-se única, excepcional, extraordinária.

Não tem qualquer ideia de ego . "


Osho, Take it Easy, Vol 1, Cap 4



Sarah Moustafa

Gémeos - Carta do Mês de Maio *



Experimentar


Uma "experiência" é uma coisa que pode ser registada num caderno, ou fotografada e guardada num álbum. O experienciar já é a própria sensação de deslumbramento, a emoção da comunhão, o toque delicado da nossa conexão com tudo o que nos rodeia.

A mulher nesta carta não toca apenas na árvore: está em comunhão com ela, quase que se tornou uma entidade única com a árvore. Trata-se de uma árvore velha , que presenciou tempos muito difíceis. O toque da mulher é suave, reverente, e o branco no avesso do seu manto espelha-lhe a pureza do coração. Ela tem humildade, simplicidade e essa é a maneira correcta de aproximar-se da natureza.

A natureza não faz rufar os tambores quando rebenta em flor, nem executa um réquiem quando as árvores se desfazem das folhas, no Outono. Quando, porém, nos aproximamos dela com o estado de espírito adequado, esta tem muitos segredos para compartilhar.

Se ultimamente não tens ouvido a natureza e o seu sussurro , este é um bom momento para lhe dares essa oportunidade.


* Gémeos tempo de experimentar a vida na sua plenitude. Antes do aniversário, passamos por uma fase de maior recolhimento interno ou externo, entrando em contacto com as realidades mais subtis e sensíveis que no dia a dia nos passam tão facilmente ao lado. Se puderes estar em contacto com a Natureza, está, não desvalorizes o poder de paz que a mesma este mês te pode trazer, ajudando a regeneração de energias . Mercúrio , Marte e mais tarde o Sol estarão contigo e tu estarás pronto e receptivo para estares com eles em consciência ? *


" Olhe, apenas, à sua volta, olhe dentro dos olhos de uma criança, ou nos olhos da pessoa amada, nos da sua mãe, de um amigo -- ou ainda, simplesmente sinta uma árvore.
Alguma vez , já abraçou uma árvore? Abrace uma árvore e, um dia,  perceberá que não foi apenas você que abraçou a árvore, mas que a árvore também responde, a árvore também o abraça. Pela primeira vez então, você será capaz de saber que a árvore não se resume a uma forma, não é apenas uma determinada espécie de que os botânicos falam: ela é um Deus desconhecido -- tão verde ali no seu quintal, tão cheia de flores, tão próxima a si, que vive acenando-lhe,  que o tempo todo o chama. "


Osho Dang Dang Doko Dang Chapter 2





Sarah Moustafa



quarta-feira, 29 de abril de 2015

Touro- Carta do Mês de Maio *




A Brincadeira 



A vida raramente é tão séria, quanto acreditamos que seja, e quando reconhecemos esse facto, ela responde, oferecendo-nos cada vez mais oportunidades para brincar.

A mulher desta carta celebra a alegria de estar viva, como uma borboleta que emergiu da sua crisálida para as promessas da luz. Ela faz-nos lembrar do tempo em que éramos crianças, encontrando conchas na praia ou construindo castelos na areia, sem qualquer preocupação com as ondas que pudessem vir e desmanchá-los no momento seguinte. Ela sabe que a vida é um jogo, e desempenha neste momento, o papel de um palhaço, sem nenhum constrangimento ou pretensão. 

Quando o Valete do Fogo entra na nossa vida, é um sinal que estamos preparados para receber o novo. Alguma coisa maravilhosa desponta no horizonte, e tem exactamente a qualidade da inocência feliz e da lucidez, para recebê-la de braços abertos.

 * Touro ! Maio é essencialmente o teu mÊs! Para além do retorno solar, de uma Lua Nova..ainda recebes a carta do simples desfrute e alegria. É tempo de rejubilar com a bonança de todo um novo ciclo de oportunidades, de sentir esperança e rejuvenescimento nas baterias recarregadas pelo universo . Que a seriedade sinónimo de preocupação e ansiedade rebente num êxtase de mil cores e se dissipe de um peso que não tens de carregar. *


" No momento em que começamos a ver a vida como uma coisa não-séria, como uma brincadeira, toda a pressão sobre o coração desaparece. Todo o medo da morte, da vida, do amor -- tudo desaparece. A pessoa começa a se sentir leve, ou quase sem peso nenhum. Tão leve ela se torna, que é capaz de voar no céu aberto.
A maior contribuição do Zen é oferecer-lhe uma alternativa à postura de homem sério. O homem sério fez o mundo, o homem sério inventou todas as religiões. Ele criou todas as filosofias, todas as culturas, todas as moralidades; tudo o que existe à nossa volta é uma criação do homem sério. 
O Zen excluiu-se do mundo sério. Criou um mundo próprio muito divertido, cheio de risos, no qual até os grandes mestres se comportam como crianças."


Osho Nansen: The Point of Departure Chapter 8









Sarah Moustafa

Carneiro - Carta do mês de Maio *

Guia


A figura angélica mostrada nesta carta representa a orientação, o guia, que todos carregamos dentro de nós.
Como a figura por trás, poderemos muitas vezes mostrar relutância quando vem até nós , não sabendo como confiar, tão habituados que estamos a sugestões externas.
A verdade que brota da profundidade do teu ser está a tentar mostrar-te para onde te deves direccionar, quando esta carta aparece, fica certo que podes confiar na orientação que te está a ser dada.
Esta fala entre sussurros e podemos hesitar não sabendo se compreendemos a mensagem bem .
Mas as indicações são claras, seguindo o guia interno sentir te ás mais completo, integrado, como se te movesses no exterior a partir do centro do teu ser.
Se fores com ele, esse feixe de luz, guiar te á exactamente para onde precisas de ir.


Carneiro , a carta deste mês propõe confiança absoluta nos teus instintos e intuições e o filtro sobre qual recebes o dito conhecimento.
Será que realmente conheces ?
Talvez seja um bom mês para revisares, com Mercúrio em movimento retrógrado a partir de dia 18 será de certeza = ) , esse mesmo filtro e talvez te apercebas de tanta informação valiosa que não tens deixado entrar.
Tudo aquilo que pensas, comunicas, escreves, absorves e apreendes do teu meio ambiente, está facilitado pela orientação do universo que procura guiar-te .
Segue-a, que é como quem diz, Segue-te *



" Procuras por orientação, porque não sabes que o teu guia interior está escondido dentro de ti. Tens que encontrar esse guia, e isso é o que eu chamo o teu testemunho. Isso é o que eu chamo o teu dharma, que é o que eu chamo o teu Buda intrínseco. Tens que despertar esse Buda e a tua vida vai ser completamente abençoada. A tua vida vai tornar-se tão radiante com o bem, com a piedade,  mais do que podes , eventualmente, conceber. É quase como a luz. Se o teu quarto é escuro, basta trazer luz. Mesmo uma pequena vela vai fazer toda diferença, a escuridão desaparece. E uma vez que tens uma vela, sabes onde está a porta.
Não tens que pensar sobre isso: "Onde está a porta?" Apenas as pessoas cegas pensam sobre onde está a porta. Para as pessoas que têm olhos , a luz está lá, eles não pensam. Alguma vez pensaste: "Onde está a porta?" Simplesmente levantas-te e sais. Nunca tens um único pensamento sobre onde está a porta. Não começas a tactear pela porta ou bater com cabeça contra a parede. Basta ver, e não há sequer um lampejo de pensamento. Simplesmente sais ." 


Osho God is Dead: Now Zen is the Only Living Truth, Chapter 7





terça-feira, 21 de abril de 2015

Touro - Consciência da Força de Substância





Na condensação de átomos forma-se a matéria a que chamamos de realidade. Tudo se acumula e constrói nos sentidos físicos, as sensações da experiência. A partir do mesmo reconhecemos e activamos o modo de sobrevivência e segurança necessárias para nos suster e ancorar na Terra, aqui e agora, onde o espírito escolheu encarnar.
Sabemos onde estamos e o que precisamos para continuar a estar, através desse reconhecimento que os sentidos nos trazem.
A excessiva identificação com o que temos, cria a ilusão da posse e controle sobre circunstancias eternamente imprevisíveis e em constante transformação e renovação.
Se esta apresenta ser uma experiência passiva, complacente, paciente, determinada, fixada em objectivos substanciais e práticos da vida , activam-se os seguintes passos de questionamento e integração dentro da essência pura da Terra que trazem para expressar

- Questionar a origem da necessidade compulsiva de adquirir e preservar sobre um domínio que deixa pouco espaço para as mudanças necessárias na evolução da consciência

- Separar a ideia de que somos aquilo que temos e unir os valores essenciais dos nossos recursos emocionais ao que já somos, com ou sem a presença dos mesmos

- Explorar os talentos desvalorizados na procura material da expressão e encontrar o seu próprio código de valor na abundância interna e a sua contribuição artística e sensual ao todo

- observar os espaços de estagnação e resistência que coloca no medo exacerbado das mudanças que inconscientemente atrai catalisando a percepção de desmoronamento e destabilização que obstinadamente reteve.

- Iluminar a fidelidade interna a um sistema de valores fieis a quem é e não a quem pensa , novamente, TER, de ser .

- Pacificar-se nos prazeres sensoriais sem se apegar aos mesmos para obter uma saciação e conforto que  primeiramente devem estar presentes no ser interno. Se nunca desiste de um objectivo que melhor forma de empreender a mesma tenacidade senão em si mesmo ?

- Qualquer actividade e terapia que estimule a ligação com corpo, a tendência inflexível e a natureza propiciam no relaxamento e auto estima uma abertura para a fonte intuitiva de reconhecimento de outras perspectivas e realidades dentro do mesmo.

- Apostar naquilo que motiva e qualifica a capacidade de preservar, estabilizar, construir em empreendimentos que una o amor da matéria e de alma .

- Tentar a saída da zona de conforto sempre que possível e encontrar divertimento e prazer no que julgava incapaz. TESTAR-SE. DESAFIAR-SE . EXPERIMENTAR-SE.

- Abrir-se ao segredo e complexidade presentes na morte física, decomposição da matéria, fusão e imersão na sombra mais violenta e profunda da intimidade emocional onde a resistência e teimosia não impeçam o auto desenvolvimento e acção de eventos possivelmente dolorosos e dramáticos que forcem a confrontação com a sombra , a polaridade, Escorpião, onde a podridão das águas paradas inicia o processo cíclico de despojamento e desintoxicação.


Aqui na experiência descobrimos de que material somos feitos e aprendizagem passa pelo amor e valor colocado no mesmo . Nada sobreviveria sem Touro tal como nada terminaria sem Escorpião.
É momento de entrega ao prazer de estar vivo, de poder estar e ainda ter uma variedade e riqueza de sabores, cores, odores para preencher a beleza da nossa história e percurso. Para demonstrar uma infinita gratidão ao que facilmente desvalorizamos como a sensação do toque e do calor e conforto que destilam de um simples gesto que amplamente nos preenche.
É um momento fértil e produtivo para reconhecer a importância e beleza da simplicidade das formas que garantem o chão e a possibilidade para a viagem de todas as outras infinitas possibilidades.

Tempo de pacificar e simplesmente contemplar a natureza *

( Vá um ou outro excesso indulgente também não faz mal. :D )



Sarah Moustafa

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Sol ingressa no signo de Touro - Cuidar do Jardim





Bom Dia ! É hora de cuidar das sementes lançadas as novas oportunidades, é hora de acalmar o frenesim e ancorarmo-nos de volta a Terra. Esta semana especialmente entrar em contacto com este elemento, pode facilitar imenso a livre expressão energética do momento. Que no seu fundo coloca o teste da paciência e perseverança, da dedicação, esforço e trabalho que estamos dispostos a empregar naquilo que pretendemos que cresça e expanda na nossa vida. Aqui, sabemos que ainda não é tempo de desfrutar dos louros mas antes desfrutar de todos os pequenos passos do processo, que cuidam, nutrem e garantem a sobrevivência e dão corpo, forma, substância aos nossos sonhos.
Touro é a garantia de qualidade e de recolhermos, preservarmos todos os recursos que necessitamos para explorar por esse mundo fora... A simplicidade faz parte do seu modo de ser, mas não sei até que ponto essa capacidade não é o centro de toda a complexidade...
Hora de cuidar do nosso jardim de sonhos !
O Sol ingressa em Touro daqui a umas horas , a Lua ainda viaja por lá, Mercúrio e Marte.... Tempo de andar com os pés bem assentes no aqui e agora e percebermos de que material somos feitos =)

Boa Semana *




Sarah Moustafa

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Carta da Semana - 13 a 19 de Abril - A Receptividade








A receptividade 





Para quem não viu o video da impressão semanal, https://www.youtube.com/watch?v=AZHt40Jeh74 , aqui fica a carta da semana por escrito.

A receptividade representa a natureza feminina, passiva, da água e das emoções. Os braços da figura estão estendidos para cima, para receber, e ela apresenta-se completamente imersa na água. A figura não tem cabeça -- nenhuma mente sobrecarregada e agressiva para atrapalhar a sua receptividade pura. E à medida que ela é preenchida, vai continuamente esvaziando, transbordando e recebendo mais.
O símbolo ou matriz de lótus que emerge da figura representa a harmonia perfeita do universo, que se torna aparente quando estamos em sintonia com ele.
A Rainha da Água traz um tempo de desprendimento e gratidão por tudo o que a vida nos possa dar, sem quaisquer expectativas ou exigências. Nem sentimentos de obrigação, nem ideias de reconhecimento de mérito ou de recompensas são importantes. Sensibilidade, intuição e compaixão são os traços que se destacam agora, dissolvendo todos os obstáculos que nos mantêm separados uns dos outros, e do todo.



"Ouvir é um dos segredos básicos para se entrar no templo de Deus. Ouvir significa passividade. Significa esqueceres-te completamente de ti mesmo -- só então poderás ouvir.
Quando ouves alguém com atenção, esqueces-te de ti mesmo. Se não consegues esqueceres de ti, nunca ouves. Estando demasiado auto consciente, simplesmente finges que estás ouvir -- não ouves. Podes balançar a cabeça; dizer algumas vezes "sim" e "não" -- mas você não está ouvir.
Quando ouves, tornas-te apenas numa passagem, uma passividade, uma receptividade, um útero: tornas-te feminino. E, para chegar lá, a pessoa tem que se tornar feminina. Não podes alcançar Deus como um invasor violento, um conquistador. Só poderás alcançar Deus... ou será melhor dizer: Deus só poderá alcançar te quando, estiveres receptivo, uma receptividade feminina. Quando te tornares yin -- uma passividade --, a porta está aberta. E tu esperas.
Escutar é a arte de te tornares passivo. "


Osho A Sudden Clash of Thunder Chapter 5





Sarah Moustafa

Plutão - Encontro com o verdadeiro poder

Plutão gosta de escavar fundo nas profundezas do ser.
Gosta do beijo da morte e de ver como nele pode nascer tanta nova vida.
Mas esta quando ressurge das suas cinzas, só tem hipótese de sobreviver e crescer se for a verdade nua e crua.
O extremo , o radicalismo da tua natureza integrado dentro de absolutamente tudo aquilo que passas a fazer.
Plutão é o nosso poder, e a fonte advém do desejo de alma , intenso e obsessivo de viver em verdade aquilo que é intimo, muitas vezes inaceitável, tabu e oculto . A obscuridade que reside no submundo , a sombra e o poço fundo de inseguranças e traumas .
Hoje Plutão inicia o movimento retrogrado e até ao final do Verão trará questões passadas que no fundo são sempre presentes wink emoticon sobre o uso do nosso poder pessoal, sobre a honestidade da nossa sombra comportamental e os desejos insatisfeitos que dificultam a condução ao propósito de evolução individual.
A forma transformadora e fora de controle mostra os aspectos mais difíceis e mais recompensadores quando saímos do túnel de águas tóxicas e trazemos para a superfície não só as mesmas purificadas, águas = emoções , como uma sabedoria de experiência inigualável. Só quem está em contacto com Plutão natal ou por trânsito , e está consciente da significância do mesmo, entende mais do que por palavras , por um profundo elo de ligação e compaixão por quem assim passa e ascende de um colapso psicológico, financeiro , emocional e espiritual .
É por isso que um Plutão forte pode tornar um individuo num canal de terapia e cura , não um psicólogo de livro e curso académico , um de verdadeira experiência de vida .
Então observa onde este Plutão em Capricórnio actua no teu mapa natal, observa que áreas de vida têm nos últimos tempos, e que tempos, proposto mudanças radicais & essenciais & especiais * heart emoticon O insight sobre o mesmo se confuso com as dores que carregas pode ser compensador.





fagah



quarta-feira, 15 de abril de 2015

Lua em Peixes - Um oceano de expriências





Bom dia ! 


A Lua mergulha no oceano de Peixes e Neptuno, Vénus opõe-se a Saturno = É seguro sentir o que não consegues dizer.
É seguro parar e pensar sobre o que sentes, mesmo podendo achar que não sabes nada do que estás a sentir. Confuso?
Pudera ! =)
A poderosa lunação de Março encerra um capitulo mensal até ao final da semana e nós reflectimos individualmente sobre encerramentos correspondentes na nossa vida. É por isso que Vénus e Saturno erguem um grande sinal de STOP.
Antes de prosseguires a viagem é preciso que saibas, sintas , estejas com tudo de ti, nela . Então não te martirizes se sentires uma extra sensibilidade, se quiseres deitar lágrimas de um oceano de experiências.
Não te martirizes se te sentires sozinho e ainda assim não te conseguires relacionar.
Os bloqueios são a ponte da construção.
Até sábado, muita reflexão com todo o coração .


Sim ? *




Vénus/ Saturno - Stop



Vénus em Gémeos reflecte um grande amor pelas palavras, pela curiosidade de formas e feitios, pela expressão livre do que pensa e do que diz, mesmo sendo BLA BLA, mesmo sendo contraditório. Porque a ideia de que Gémeos é falso por ser dual é antes uma grande dificuldade inerente em nós de assumir o paradoxo da nossa natureza, por isso considero que esta energia simboliza sobretudo a eterna e honesta divisão da luz e sombra que andamos muitas vezes uma vida inteira a tentar eliminar ou esconder.

Aqui simplesmente eles não têm qualquer problema de expressar essa dualidade directamente ensinando-nos o valor da relativização , da flexibilidade, onde tudo pode e é interessante não pelo aspecto que apresenta mas antes pela exploração de todos os outros que contradizem o inicial. Nesta passagem Vénus abre-se para a vontade de descobrir conceitos, teorias e filosofias, para viver os relacionamentos de uma forma mais Jovial e companheira, onde o amor e companheirismo e estimulo intelectual dão as mãos a uma abordagem do amor que outros tendem a ver como superficial, mas que de facto funciona wink emoticon

Saturno fará uma oposição a mesma e a pergunta é, se tens comunicado o significado do teu valor? Nas relações, no trabalho, na forma como lidas com dinheiro ?

Está enquadrado naquilo que te auto valoriza ou desvaloriza mais ?

Amas ou só pensas que amas e como tal o trabalho de Saturno parece-te um inferno ?

É o mundo que é demasiado grande ou Tu que te fazes demasiado pequeno ?

É real o suficiente ou insuficientemente real ? ( sim Neptuno também ajuda * )


Pergunta + Resposta = +++ Perguntas =)





Sarah Moustafa

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Impressão Semanal - 13 a 19 de Abril





Esta semana encerra o ciclo da ultima lunação e inicia a próxima Lua Nova a ocorrer no dia 18 no signo de Carneiro.
Mercúrio ingressa no signo de Touro , Vénus opõe-se a Saturno e Plutão inicia o seu movimento retrogrado.

Se quiserem ouvir mais sobre o assunto, podem fazê-lo através deste link, https://www.youtube.com/watch?v=AZHt40Jeh74 .


Boa Semana *












Sarah Moustafa

Pré Lua Nova *


A Lua ainda segue por Aquário conversando com Júpiter, sobre a necessidade de integrarmos a nossa diferença na semelhança, não precisamos ser ou demonstrar que somos diferentes, pois isso já é inato para todos que caminham nesta existência, a maior parte das vezes permanecemos é adormecidos no medo de nos auto expressarmos e descobrirmos os próprios talentos que trazemos e contribuição para o mundo. Aquário é a consciência social humanitária , Leão a consciência individual solitária. Percebem como ambos quando se juntam oferecem um dos maiores veículos de evolução , na minha opinião. ? smile emoticon Marte também conversa com Neptuno sobre as infinitas possibilidades de por os nossos desejos ao serviço do sonho de um mundo maior e melhor , mais unificado e espiritualizado dentro da matéria. Então e embora outras coisas se desenrolem ao longo da semana, começamos com grande vontade de reavaliar os nossos contributos pessoais e como os mesmos se encaixam no puzzle da vida . Por igual, esta semana existe uma Lua Nova em Carneiro, portanto até lá é tempo de reflexão sobre aquilo que queremos iniciar para a próxima etapa mensal !
,A Impressão Semanal não está esquecida, sairá em breve para quem assim quiser reflectir comigo sobre insights no assunto smile emoticon *♥
Boa Semana !








Sarah Moustafa

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Carta da Semana - 6 a 12 de Abril - A Participação




A Participação 
ou 
4 de Fogo




Para quem não viu o video da impressão semanal ,https://www.youtube.com/watch?v=966QpTVKDn8 , aqui fica a carta da semana por escrito.

Esta semana o foro mental, social e comunicativo enfatiza-se numa conjunção de Sol, Mercúrio e Úrano e o ingresso de Vénus no signo de Gémeos. Agora procuramos um canal de expressão para toda uma possível nova visão de vida.
Júpiter retornou ao movimento directo no signo de Leão, contribuindo para uma espécie de activação de fé de que no mundo lá fora existe sempre um lugar para por a magia dos nossos talentos a funcionar. =) Ar & Fogo, o pensamento e a intuição trabalham juntos na partilha de informação de toda uma nova linguagem .


Cada uma das figuras desta mandala está com a palma da mão esquerda voltada para cima, numa atitude de quem recebe, e a mão direita voltada para baixo, numa atitude de quem dá. O círculo que elas compõem cria um tremendo campo de energia que assume a forma do "dorje" duplo, o símbolo tibetano para o relâmpago.
A mandala tem uma natureza semelhante à do campo de energia que se forma em torno de um buda, para o qual todas as pessoas que tomam parte no círculo trazem contribuições únicas para a criação de um todo unificado e vital. É como uma flor que, no seu conjunto, é ainda mais bonita do que a soma de suas partes, e ao mesmo tempo aumenta a beleza de cada uma das suas pétalas.
Agora, uma oportunidade é nos dada , para participar em conjunto com outras pessoas, dando a nossa contribuição para criar algo maior e mais belo do que o que cada um de nós seria capaz de fazer isoladamente. A nossa participação não apenas irá nutri-lo, mas, também, trará uma contribuição preciosa para o colectivo.


" Alguma vez  já percebeste a noite passar? Pouquíssimas pessoas tomam consciência das coisas que acontecem todos os dias. Já prestaste atenção ao chegar da noite? À meia-noite e à sua canção? Ao nascer do sol e à sua beleza?
Temos nos comportado quase como um bando de cegos. Num mundo tão bonito, vivemos em pequenos compartimentos da nossa própria miséria. Ela é familiar; assim, mesmo que alguém queira arrancar-nos dali, resistimos.
Não queremos ser afastados da miséria, do sofrimento. 
Em contrapartida, há tanta alegria á nossa volta... temos apenas de perceber isso e tornarmo-nos participantes , não um espectadores .
Filosofia é especulação; Zen é participação.
Participar da despedida da madrugada, participar da chegada da noite, participar das estrelas e das nuvens; façamos da participação o nosso estilo de vida, e toda a existência se transformará numa enorme alegria, num grande êxtase!
Não poderíamos ter imaginado um universo melhor. "

Osho Zen: The Miracle Chapter 2





Sarah Moustaf

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Júpiter em Leão- Toque de Midas no Coração






Júpiter aproxima-se do retorno ao seu movimento directo, que nos acompanhará no signo de Leão, até Agosto de 2015.

Eu sinto imenso Júpiter como uma bússola da alma , onde não importa quantos desafios são postos á nossa frente, conseguimos sempre, quando entramos em contacto com as nossas qualidades de Júpiter, simplesmente sentirmo-nos melhor .

E sentimos.

Os desafios continuam lá fora a nossa espera querendo resolução e integração, a diferença é o senso de orientação que inatamente nos envolve , onde simplesmente sabemos que no fim , tudo acabará bem.

É claro que Júpiter , tal como o arquétipo de Sagitário, tende ao excesso e á tendência de fugir da realidade prática e mais séria das situações, procurando fazer de tudo um circo .

Mas por isso mesmo é que existe Saturno =) para nos ensinar o equilíbrio necessário entre limitação e oportunidade.

Como se não bastasse Saturno está e estará nos próximos anos precisamente no Signo de Sagitário, dando algumas lições sobre a nossa integridade e maturidade no que toca a crenças, ideologias, fé, educação, religião e a toda a uma visão de significância que pomos nas coisas, nas pessoas e na vida.

Questionando, será que aquilo em que acreditas é realmente a tua crença ?

A maioria de nós está programado a todo um condicionamento imposto que não corresponde a essência e desejo da alma que trazemos.

Quando Saturno ingressou em Sagitário , em Dezembro passado, a minha ligação com Astrologia passou de uma constante tentativa de me separar da mesma, olhando-a apenas com curiosidade desde a minha adolescência, e passou a compromisso onde já não era possível fugir da minha verdade essencial, de onde eu encontro fé e sentido na minha experiência de vida e sobretudo onde eu sinto que posso contribuir de alguma forma diferente para aqueles que me acompanham na viagem.

Sagitário rege a minha casa 8, logo novamente a ideia de necessidade de compromisso, de profundidade dentro daquilo que mesmo causando medo ou receio é a qualidade expansiva que trago comigo para explorar, ir além de valores materiais e seguros e procurar uma fusão com valores de uma ordem completamente nova e que une a emoção com a visão .

De facto não é fácil , trazermos qualidades optimistas, quando constantemente desafiados com limitações e obstáculos.

Mas eu acredito que Saturno e a sua obstrução são a ponte para a construção .

Ou seja se estamos continuamente a bater com a cabeça contra a parede, se calhar está na altura de parar de querer passar pela parede, e simplesmente mudar a perspectiva e o foco .

Existe sempre um paradoxo nas situações e cabe a nós, companheiros de caminho, tentar criar a nossa realidade mediante a capacidade de ver além do que temos a nossa frente.

E isto traz me de volta a Júpiter e a sua qualidade de toque de Midas sobre onde passa, especialmente em Leão, existe tanto Sol, tanta Luz a querer manifestar-se , onde no meio de todo o caos, procuramos explorar o desejo de criar e o direito de radiância, brilho e o simples prazer de viver .

Claro pode também trazer muito ego inflamado , necessidade de atenção e validação externa para as nossas inseguranças e carências pessoais , mas acho que mesmo essa manifestação está muito de acordo com este grande trigono de Fogo entre Saturno em Sagitário, Úrano em Carneiro e Júpiter em Leão.

É tudo sobre mim ! É tudo sobre ti ! No sentido em que estamos numa revolucionária redefinição do poder individual que liberta a sua força criativa de expressão de espírito promovendo um despertar para a sua essência e magia.

Não duvides, ou seja, não duvides de ti.

Lembra-te da tua infância e de quando te perguntavam qual era o teu sonho para o futuro, tu imediatamente respondias pelo teu coração e a imagem de destino que o fazia vibrar de emoção.

Relembra-te de onde está o teu Sol.




Até Agosto apreciaremos a grandiosidade de Júpiter em Leão, procura no teu mapa natal em que casa, área de vida, tens o signo de Leão a iluminar e propor expansão e crescimento.

Talvez se faça útil para um novo tipo de batimento cardíaco. =)





Sarah Moustafa

terça-feira, 7 de abril de 2015

Marte / Carneiro- Consciência da Força Activa




O espírito encarna sobre o domínio yang, prometendo o desbravar de caminhos, a conquista da autonomia, a vontade de se tornar líder absoluto do seu destino.
Esta é a experiência iniciadora do percurso e portanto expressa-se de uma forma activa, conquistadora, combativa e individual.
Nela diferenciamos o egoísmo da individualidade, a forma de romper com a identificação do ego e o despertar para a força do guerreiro de espírito.
Tomando o direito de ser quem é , transcendendo a necessidade inconsciente de despertar conflito e risco externo, para o fazer.

- Integrar a polaridade oposta Balança, suavizando a sombra mais arrogante e desconsiderada das necessidades alheias ao seu desejo, com abertura, para através dos relacionamentos, desenvolver uma maior integração e harmonia dentro de si.

- Sair do eterno complexo de precisar estar sempre pronto para a batalha, de uma guerra que não chega de lado nenhum, senão dentro do mesmo, que as aguarda.

- Desenvolver a força activa que nasce na eterna novidade da vida e experiência que Carneiro traz.
A excitação e o desejo incendiário devem ser canalizados para a vitória de metas e objectivos firmados na vontade individual.

- Aproximar o mundo externo de si, convidando-o a entrar no seu espaço, não o afastando através da agressividade e impaciência.

- Considerar a necessidade de arriscar e a origem desse mesmo desejo. É um desejo que brota do fundo do ser criativo ou é uma compulsão obsessiva e errática que procura estimulo fugaz e inconsequente, em acções que visam aumentar ainda mais a compulsão ?

-Olhar para o umbigo e questionar as aprendizagens que atenção desequilibrada sobre o mesmo, lhes trouxe.

- Utilizar o elevado ânimo que naturalmente está presente para iluminar o meio envolvente onde se insere, com a festividade e ingenuidade de começos primaveris e as suas novas etapas.

-Trabalhar o eixo EU SOU- TU ÉS, na procura se unir , não separar.
Grandes aprendizagens nos relacionamentos em geral, sendo que os mesmos enquadram a sombra activa da experiência.
Recusar relacionar-se com equilíbrio, é recusar o olhar sobre o espelho e assimilar a verdade da regência inconsciente sobre aquilo que julgamos ser Nós,

-Adquirir mestria no conhecimento da Arte da Guerra e o simbolismo que o mesmo enquadra na vivência pessoal.

-Praticar qualquer tipo de actividade física que canalize construtivamente a tendência aos excessos energéticos, extremados e competitivos, que equilibre as funções de Fogo e do Self que espirituosamente , relembra-se e relembra aos outros a força que um homem só pode ter no mundo .




segunda-feira, 6 de abril de 2015

Impressão Semanal - 6 a 12 de Abril






Júpiter retorna ao movimento directo em Leão trazendo a estrela guia de volta no meio da escuridão e nebulosidade sentida na primeira parte do ano 2015.

Como tal a fé e optimismo facilitam-se, na nova jornada de vida.

Vénus ingressa em Gémeos beneficiando a comunicação, curiosidade e aprendizagens dentro da inocência e valores de amizade acima de tudo, agora projectadas para o aspecto relacional .



Podem ouvir mais sobre o assunto através deste link : https://www.youtube.com/watch?v=MrAd00S4cE0&feature=youtu.be

Uma boa semana !*







Sarah Moustafa

domingo, 5 de abril de 2015

Ressurreição (e)terna









O Sol confronta-se com Plutão e funde -se com Úrano,
Celebra-se a Páscoa, o momento de Ressurreição .
O pai, a semente que origina toda a vida sempre renasce e assim o faz pois a morte simboliza a fonte de vida eterna da alma, que se regenera re-cria beleza e amor em qualquer canto deste mundo.
Morremos diariamente e não nos apercebemos como isso nos dá de beber de toda a vida, tememos perder algo que nunca poderá se perder.
O nosso Sol e a vida que continuamente gravita em torno dele .
Observem os ciclos da natureza e como isto se processa com toda a naturalidade , tudo se transmuta onde algo perece.
Vejam esta flor e a cor rubra da mesma, há menos de um mês ela não tinha sequer cor era um simples broto, há ainda mais meses atrás , ela nem sequer existia .
Mas a vida ( Sol) sempre surpreende ( Úrano) na beleza e doçura intemporal dos desejos profundos da alma ( Plutão )
O tom é sério,são tempos sérios no sentido da profundidade.
Aqui o superficial não tem hipótese de sobrevivência , renasce para toda uma forma de estar mais intima com os laços que o unem á sua missão.
E para mais a Lua não tarda, ingressa em Escorpião.
O sangue pulsa onde a vida sempre corre .


Bom Domingo ! *







sábado, 4 de abril de 2015

Lua Cheia em Balança - Equilibrium ?





E aqui estamos nós a passar por mais um evento catalisador de mudanças e transformações profundas na nossa vida.
Com este eclipse lunar , Lua Cheia, as emoções atingem o clímax de manifestação , de uma linguagem por vezes travada por séculos, que é agora libertada de uma forma explosiva e libertadora.
Balança não aprecia explosões e exageros, prefere o meio termo onde possa tentar pender os pratos do seu natural (des)equilíbrio, e por acontecer num signo que aspira harmonia, compreensão, diplomacia e ética, podemos sentir o tumulto da falta de alinho energético em que constantemente vivemos.
Chegou altura de nos comprometermos com todas as mudanças vividas até aqui, não recuando a velhas formas de estar e assegurar conforto e por isso este ultimo xeque-mate acontecer numa vibração de parcerias e relações.
O eu sou - tu és é a primeira grande oposição que presenciamos na vida, astro logicamente olhamos para  o Ascendente -Descendente, ou casa 1- 7 .
Mais do que representar a relação com outras pessoas , representa imenso da relação que temos connosco, e as qualidades que procuramos numa pareceria para preencher lacunas internas , onde depois se criam dependências , apegos e todo um ciclo repetitivo de experiências nessa frente.
Porque no fundo eu vejo a casa 7 como a forma que nós nos relacionamos com a vida e a morte , como acontece o salto do nós para mundo .
Claro que tendemos sempre a projectar estas questões para fora e portanto para outro, que espelha a nossa sombra passiva nas profundezas do submundo através do confronto directo, com aspectos nossos na imagem alheia , sombra activa.
Isto tudo e voltando a esta Lua Cheia, é muito importante reavaliarmos os nossos conceitos de relacionamentos a todos os níveis. Porque a luz solar derrama-se sobre as emoções que tendemos a esconder e traz iluminação informativa valiosa sobre o assunto, sobretudo na direcção do fechar de uma etapa relacional para toda uma nova.
Se a relação terminar ou se se aprofundar , mais do que tentarmos perceber o porquê que isto aconteceu fora, culpando, ansiando justificações externas, teremos de o fazer dentro, para conseguir aceder a vibração mais alta de Balança, a compreensão , o não julgamento, o distanciamento das suas próprias emoções onde todas as dualidades se unificam na expressão absoluta do amor que se harmonia com tudo. Isto é realmente possível, faz parte da nova missão evolutiva global neste momento como o Nodo Norte da Lua também em Balança, dar uso á voz única de cada um numa missão em conjunto, respeitando e convivendo com todas as diferenças com tolerância .

Então porque não, tendo em conta que este ciclo de eclipses pode ter uma durabilidade de 6 meses, não fazer uma analise imparcial dos relacionamentos mais marcantes da tua vida e tentares extraíres as aprendizagens que de certo se encontram lá, para toda uma nova consciência implementada na prática, onde a tua vida diária revolve em torno de uma ética e código de justiça criado unicamente pela tua verdade individual ?









Sarah Moustafa

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Quinta -Feira de Sol * ( pré-eclipse)



Boa Tarde !
O Sol e Júpiter encontram-se em suprema harmonia em signos de fogo, a vontade de viver e procurar o nosso lugar ao sol está mais forte do que nunca, embora as emoções andem possivelmente em desassossego com toda esta energia pré Lua Cheia, eclipse lunar em Balança, se não encontramos força na expansividade optimista e alegre deste aspecto, então teremos dificuldade em passar pelo eclipse amanhã o mais equilibrados possível.
A Lua e Vénus também se harmonizam em signos de Terra, o Regente desta Lua Cheia é Vénus em Touro.
Embora muita emoção possa culminar o nosso fim de semana, o universo garante suporte se assim quiseres de te firmar na realidade do que és e do que as situações são.
Garante-te pés no chão no meio da inundação de emoções que te podem tentar levar.
Então hoje é dia para a aproveitar a estrela de luz que brilha em Júpiter ainda retrogrado no signo de Leão.
Se quisermos que esta fé e benevolência no melhor que a vida tem para dar se manifeste exteriormente, temos de abrir o canal da expressão individual do amor.
Leão rege o coração .

Falemos e Façamos a partir da sua generosidade . *




Sarah Moustafa



quarta-feira, 1 de abril de 2015

Peixes- Carta para o mês de Abril *









A receptividade 



A receptividade representa a natureza feminina, passiva, da água e das emoções. Os braços da figura estão estendidos para cima, para receber, e ela apresenta-se completamente imersa na água. A figura não tem cabeça -- nenhuma mente sobrecarregada e agressiva para atrapalhar a sua receptividade pura. E à medida que ela é preenchida, vai continuamente esvaziando, transbordando e recebendo mais. 
O símbolo ou matriz de lótus que emerge da figura representa a harmonia perfeita do universo, que se torna aparente quando estamos em sintonia com ele.
A Rainha da Água traz um tempo de desprendimento e gratidão por tudo o que a vida nos possa dar, sem quaisquer expectativas ou exigências. Nem sentimentos de obrigação, nem ideias de reconhecimento de mérito ou de recompensas são importantes. Sensibilidade, intuição e compaixão são os traços que se destacam agora, dissolvendo todos os obstáculos que nos mantêm separados uns dos outros, e do todo.


Peixes, poderíamos dizer que a mensagem desta carta já e uma mensagem naturalmente inerente a tua natureza empática e sensível.
Suponho que o eclipse solar de Março no teu signo, traga com ele uma ainda maior urgência de entrares em contacto com a profundidade do teu espírito emocional e de compaixão.
O eclipse lunar em Balança deste mês acontece numa área de vida também ligada a intuição, ao oculto e acesso aos mistérios da vida !
O modo receptivo apurado de estares, ajudar te á a entrar em completa metamorfose dentro de um lado aparentemente menos visível.
Este mês quanto mais entrares em contacto com as tuas qualidades naturais mais fácil será de te transcenderes a todo outro nível . *




"Ouvir é um dos segredos básicos para se entrar no templo de Deus. Ouvir significa passividade. Significa esqueceres-te completamente de ti mesmo -- só então poderás ouvir.
Quando ouves alguém com atenção,  esqueces-te  de ti mesmo. Se não consegues esqueceres de ti,  nunca ouves. Estando demasiado auto consciente, simplesmente finges que estás ouvir -- não ouves. Podes balançar a cabeça; dizer algumas vezes "sim" e "não" -- mas você não está ouvir.
Quando ouves, tornas-te apenas numa passagem, uma passividade, uma receptividade, um útero: tornas-te feminino. E, para chegar lá, a pessoa tem que se tornar feminina. Não podes alcançar Deus como um invasor violento, um conquistador. Só poderás alcançar Deus... ou será melhor dizer: Deus só poderá alcançar te quando, estiveres receptivo, uma receptividade feminina. Quando te tornares yin -- uma passividade --, a porta está aberta. E tu esperas. 
Escutar é a arte de te tornares passivo. "

Osho A Sudden Clash of Thunder Chapter 5



Aquário- Carta para o mês de Abril *




O Isolamento




Na nossa sociedade, principalmente os homens têm sido ensinados a não chorar, a armar uma fachada de valentia quando são atingidos, e a não demonstrar que estão em sofrimento. As mulheres também podem cair nessa armadilha, e todos nós poderemos sentir uma vez por outra, que a única maneira de sobreviver é reprimir os nossos sentimentos e emoções, de forma a que não nos possam ferir outra vez. Se a dor for especialmente profunda, podemos até tentar escondê-la de nós mesmos. Isso poderá tornar-nos gélidos, rígidos, porque lá no fundo sabemos que uma pequena fenda no gelo libertará a dor para que comece a circular outra vez dentro de nós.
As lágrimas com as cores do arco-íris no rosto desta figura encerram o segredo de como te libertares desse "isolamento glacial". As lágrimas, e apenas elas, têm o poder de derreter o gelo. Chorar é bom, e não há motivos para envergonhares te das tuas lágrimas. O choro ajuda nos a fazer passar a dor, permite-nos ter consideração , afinal, ajuda-nos na cura de nós mesmos.

Aquário este mês é proposto que diferencies o desapego do medo. Medo de ser magoado, medo de se expor, medo de viver.
As muralhas criadas a volta de uma atitude demasiado cientifica sobre as coisas não permite que as emoções , o que nos liga todos uns aos outros, se exprimam na sua verdadeira forma .
Júpiter está desde o ano passado no teu signo oposto, Leão, a trazer-te a possibilidade de renovação e fé, possivelmente perdida, que o mundo do amor é um mundo expansivo e que tem que ser recebido de coração aberto.
Então este mês ele retornará ao seu movimento directo e se desejas manifestar para a tua vida o melhor que esta energia cósmica pode trazer, apenas abre-te para ti mesmo  e para o mundo,
Chora tudo o que tens a chorar, termina tudo o que tens a terminar que diga respeito a velhas formas de te relacionares, velhas histórias, velhos traumas.
Quando choras, libertas, limpas o que já não precisas dentro de ti. *


" Somos infelizes porque ficamos excessivamente encerrados em nós mesmos. O que quero dizer quando falo que nós ficamos excessivamente encerrados em nós mesmos? E o que acontece exactamente, quando ficamos excessivamente encerrados em nós mesmos? 
Ou vivemos a vida, ou ficamos encerrados em nós mesmos -- as duas coisas ao mesmo tempo, são impossíveis. Estar em ti mesmo significa estar à parte, estar separado. Estar em ti mesmo significa tornares te numa ilha. Estar em ti mesmo significa traçar uma linha divisória à tua volta. Significa estabelecer uma distinção entre "isto sou eu "e "isto não sou eu ". Essa definição, essa fronteira entre "eu" e "eu não" circunscreve o território do "ti mesmo" (self) -- o ti mesmo isola. E ele torna -se congelado: deixas de fluir. Quando alguém flui o ti mesmo não pode existir.
Com esse jeito de ser, as pessoas quase se transformaram em cubos de gelo. Já não têm calor nenhum, não sentem qualquer amor -- têm medo do amor, porque o amor é calor. Se o calor se aproximar, elas começarão a derreter, e as fronteiras irão desaparecer. As fronteiras desaparecem no amor; na alegria também, porque a alegria não é fria. "

Osho Zen: The Path of Paradox, Volume 1 Chapter 5





Sarah Moustafa

Capricórnio - Carta para o mês de Abril *




A Politica



Reconheces este homem? Com excepção dos mais inocentes e sinceros de nós, todos temos um político á espreita em algum lugar da nossa mente. De facto, a mente é política. É da sua própria natureza planear, montar esquemas, e tentar manipular situações e pessoas de maneira a conseguir o que quer. Nesta carta, a mente é representada pela serpente coberta de nuvens, que "fala com uma língua bifurcada". O que é importante perceber, porém, a propósito desta figura, é que ambas as caras são falsas. A face cândida, inocente, do tipo "confia em mim", é uma máscara, e a face diabólica, venenosa, do tipo "vou tirar vantagem sobre ti", também não passa de uma máscara. 
Políticos não têm faces verdadeiras. O seu jogo é na totalidade uma mentira.
Examina bem dentro de ti, e verifica se tens estado a funcionar nesse jogo. O que encontrares poderá ser doloroso de ver, mas não tão doloroso quanto continuares agir da mesma forma. No final, esse jogo não serve aos interesses de ninguém, e muito menos ao teu. O que quer consigas por esse caminho, irá transformar-se em pó nas suas mãos.

Capricórnio, Plutão pelo teu signo tem trazido mudanças profundas dentro da tua própria essência e natureza, o que significa que essencialmente alguma parte velha, gasta ou corrupta teve ou está ainda em processo de morte e destruição para que a verdade de ti e da tua vida possa ascender sem a toxicidade que até aqui poderia ter causado sérios danos.
Esta descida ao submundo onde encontras tudo aquilo que recusas ou rejeitas em ti, pode ser difícil mas transformador, Plutão entra em movimento retrógrado no teu signo este mês e esse processo de limpeza intensifica-se no desmascarar de fachadas que já não fazem sentido na tua vida.
Ver a mentira é parar de mentir.
Então este mês propõe te a uma grande e reveladora auto-analise , quebra padrões e tabus, renasce das cinzas do eu próprio engodo.
É medo dos teus demónios que os alimenta a controlarem a tua vida.



"Qualquer um que seja capaz de fingir com convicção, que consiga ser hipócrita,  tornará se a o nosso líder político, tornará se a no nosso sacerdote religiosamente. Tudo que ele precisa é de hipocrisia, tudo o que ele precisa é de dissimulação, tudo que ele precisa é de uma "fachada" para se esconder por trás. Os nossos políticos vivem vidas duplas, os sacerdotes levam uma vida dupla -- uma pela porta da frente, a outra pela porta dos fundos. E aquela vivida pela porta dos fundos é a vida real deles. Aqueles sorrisos pela porta da frente são pura falsidade, aquelas caras tão inocentes são puramente cultivadas.
Se quiseres ver a realidade do político, precisarás olhá-lo pela porta dos fundos. Deste ângulo ele aparece na sua nudez, como ele é; e para o sacerdote a coisa é assim também. Esses dois tipos de pessoas dissimuladas têm dominado a humanidade. Cedo eles descobriram que, se queriam dominar a humanidade, deviam torná-la fraca, fazê-la sentir-se culpada, não-merecedora. Destrua a sua dignidade, tire-lhe toda a glória, humilhe-a. E encontraram maneiras tão subtis de humilhar, que eles nem aparecem "na foto";Nós mesmos ficamos encarregados de nos humilharmos, de nos destruirmos. Ele ensinaram nos uma forma de suicídio lento."

Osho The White Lotus Chapter 10




                  



Sarah Moustafa

Sagitário- Carta para o mês de Abril *



Repressão


A figura desta carta apresenta-se literalmente "emaranhada em nós". A luz ainda brilha no íntimo, mas esta personagem reprimiu a sua própria vitalidade na tentativa de corresponder a muitas exigências e expectativas. Abriu mão de todo o seu próprio poder e visão, em troca de ser aceite por essas mesmas forças que o aprisionaram. O perigo de reprimir desta maneira a própria energia natural é visível nas fendas de uma erupção vulcânica que está para acontecer a volta da figura.
A verdadeira mensagem desta carta é que é necessário encontrar uma saída de cura para essa explosão iminente.
É essencial encontrar uma maneira de dar vazão a qualquer tensão e stress que possam estar acumular se, neste momento, dentro de ti. Corre, salta, procura uma área deserta e grita contra o céu vazio: qualquer coisa que possa activar a tua energia e consiga fazê-la circular livremente. Não esperes que aconteça uma catástrofe.

Sagitário, Saturno no teu signo é uma dose de água fria na forma excitada, optimista e dinâmica com que tendes a levar a vida.
Com ele vem responsabilidades atrás de responsabilidades e já não sabes por onde te libertares do acumulo de fardo a que não estás nada habituado.
Saturno quer que te tornes consciente dos limites que tendes a ultrapassar, quer que construas uma estrutura mais honesta e coerente dentro da festa e Carnaval onde continuamente gostas de estar.
A energia de fogo empurra o espírito para a libertação da sua natureza e isto pode acontecer de forma positiva , canalizada criativa e conscientemente ou de forma menos positiva, inconsequente, impulsiva e destruidora.
Então este mês analisa á luz da consciência, utiliza os teus dons de visão maior , além do horizonte, para pores em perspectiva os desequilíbrios na tua vida.
Para praticares algum tipo de actividade que regenere o senso de fé que por estes dias pode se sentir aprisionado nas contas a prestar na vida real.

Ok? *



" Em sânscrito, a palavra é ´alaya vigyan´: a casa em cujo porão vai juntando coisas que gostaria de fazer, mas que não pode por causa das condições sociais, da cultura, da civilização. Essas coisas, porém, vão se acumulando ali, e muito indirectamente, passam a afectar as tuas acções, a tua vida. Elas não podem encarar-te directamente --  obrigaste as a ficar na escuridão; mas, no escuro, elas continuam influenciar o teu comportamento. Elas são perigosas: é arriscado manteres todas essas inibições dentro de ti.
É possível que essas sejam as coisas que atingem um clímax, quando uma pessoa enlouquece. A loucura não é outra coisa senão todas essas repressões que chegam a um ponto onde  já não consegues controlá-las. A loucura, porém, é aceitável, ao passo que a meditação não -- e a meditação é o único caminho para tornar uma pessoa absolutamente sã. "



Osho The Great Zen Master Ta Hui Chapter 11



                


Sarah Moustafa